jump to navigation

As Escolhas, a Prisão e a Marmota fevereiro 27, 2012

Posted by Carlos in Games e Cinema, Reflexão.
Tags: , , ,
trackback

(Jogar videogame é bom, mas é melhor não manter a cabeça fechada, certo? Pensando nessa filosofia nada complexa, comecei a dar um tapa na minha cinefilia latente e conhecer melhor e mais criticamente a sétima arte. Inicio com uma comédia leve para os neurônios não pegarem no tranco.

Melhor que pensar em cinema, só pensar em cinema e games – raciocínio de viciado nos joguinhos, eu sei.)

Capa da SPECIAL EDITION

O Dia da Marmota, comédia de 93, ensina, sem querer, muito sobre games e sandbox.

O título oficial em português é Feitiço do Tempo, mas me recuso a usá-lo pelo fator breguice. No filme, o repórter convencido e carrancudo Phil (Bill Murray) vai cobrir um tradicional evento em uma cidade do interior dos EUA em que uma marmota “diz” aos habitantes quanto tempo mais durará o inverno. A título de curiosidade, esse festival acontece mesmo, todo 2 de fevereiro em Punxsutawney, Pensilvânia.

É a quarta vez que nosso amigo Phil cobre a feira e ele está entediado com sua vida e profissão, se divertindo sendo um panaca com sua produtora, Rita (a linda Andie MacDowell).

A reviravolta: quando dorme após o dia de trabalho, ainda na cidade, o chato Phil acorda no mesmo dia. E isso se repete.

A Marmota ensina Phil a dirigir, sem muito sucesso

Primeiro incrédulo, Phil acaba por se acostumar com a liberdade total. Não demora para testar os limites do cenário: insulta pessoas, rouba, conquista mulheres; ele descobre o poder de manipular o mundo sem consequências. Com o tempo, o personagem se cansa do caos e ruma a atividades mais produtivas: aprende piano, ajuda os habitantes da cidadezinha, conhece melhor a moça bonita Rita. Mas tem um problema. A experiência que começa libertadora culmina no aprisionamento: ela cansa e feitiço torna-se maldição.

O que O Dia da Marmota tem a ver com jogos com recursos sandbox, como Fallout 3? Releia o parágrafo anterior, e troque “Phill” por você mesmo, jogador. A experiência com jogos abertos é, guardadas as proporções, a mesma: a liberdade inicial encanta, testar o caos incita, criar um avatar que age diferente de você intriga, mas uma hora tudo enche o saco.

O Dia do Mole Rat
Uso Fallout 3 porque é o sandbox em que mais acumulei boas e boas e boas e boas horas de jogo, mas ele serve de metonímia para uma gama grande de jogos, não só RPGs.

Com humor, O Dia da Marmota acaba traduzindo para o cinema a experiência do sandbox – a liberdade – e o mais  interessante é conseguir passar o conceito ao meio do cinema, meio que privilegia a linearidade. Porém, Phil só é liberto do feitiço/maldição quando vira um bom moço. O recurso está lá para consertá-lo, adequá-lo às expectativas moralistas. Trocando em miúdos fallouticos, o jogo acaba quando ele maximiza seu Karma.

Sistema inovador de Karma do Fallout 3 usa personagens inéditos diabinho e anjinho

Sandbox
Fallout 3 dá ao jogador certas escolhas: caminhos diversos, ambientes livres, finais diferentes, além de outros recursos. Contudo, também há limites: o sistema moral é regido pela maniqueísta Karma bom-e-mau, nada muito complexo ou ambíguo aí, nada muito real. O melhor sandbox do game está, ironicamente, fora dele: mods adicionam ao vanilla (jogo puro) missões, gráficos, personagens e mulheres peladas (estamos falando da internet, né).

Pensando um pouco em game design, por que o sandbox de Fallout 3 demora para cansar? Algumas respostas, que o RPG apresenta bem, são conteúdo em abundância e orgânico (cidades, locações, quests diversificados e interligados) e recompensar os jogadores constantemente (tudo o que você faz te dá um bônus, nem que seja experiência).

O filme Corra, Lola, Corra também me veio à cabeça, mas ele não é um bom exemplo por duas razões: eu não o vi ainda e ele não tem marmotas – claro que a falta do bichinho é que realmente o impede de entrar na reflexão.
E sobre jogos livres, Skyrim me aguarda, é só eu ter um tempo livre – leia-se mês vago.

Bônus: Montagem de O Dia da Marmota à lá Pogo:

Anúncios

Comentários»

1. As Escolhas, a Prisão e a Marmota | Sobre a Depressão - março 7, 2012

[…] JoguEpense Share Sem categoria Escolhas, Marmota, Prisão Encontre tempo e energia para emagrecer […]


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s