jump to navigation

Gameworld: Entrevista com Yuki (Thaís Jassum, cosplay Samus) março 31, 2010

Posted by Carlos in Cultura Gamer, JoguEntrevista.
Tags: , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

Carlos do JP entrevista Thaís Jussim, mais conhecida como Yuki Lefay.
Yuki ganhou o primeiro lugar no concurso de Cosplays da Gameworld 2010, em São Paulo. A armadura, da Samus do Metroid Prime 3, tem 13kg é animal.

Nesta entrevista, Yuki fala sobre como foi o processso de montar a armardura, o cu$to, futuros projetos (Bayonetta!) e manda um recado para quem quer tentar um cosplay.

E me desculpem pelo comentário faustão no final xP

Dois bônus:
1Quando a Yuki sai da sala dá para ver como a armadura é grande: ela precisa entrar e sair dos lugares de lado!

2Yuki e o figurão Charles Martinet, dublador do Mario.

31/03/2010

Anúncios

Jogos que deveriam existir #1 agosto 26, 2009

Posted by Zé in Jogos que deveriam existir.
Tags: , , , , ,
4 comments

Decidimos criar essa sessão no blog para debatermos idéias malucas de jogos que gostaríamos que fossem lançados. Se você tiver alguma idéia de jogos que deveriam existir, mande para nós no emeio joguepense@gmail.com. Sem mais delongas, um jogo que deveria existir com certeza é este:

Samus Strip Poker

Ok, eu admito… não tenho a menor noção de como se joga poker, mas se esse jogo existisse, eu aprenderia as regras em cinco minutos. Todo mundo que já jogou Metroid sabe que Samus é com certeza a mulher mais forte e incrível do mundo dos games, mas aquela armadura esconde suas verdadeiras qualidades. Agora, imagine jogar uma partida de Strip Poker com Samus: a cada partida que você vence, ela tira uma parte da armadura. Hum, sexy!

Ah...Samus...

Ah, Samus...

Mas o jogo seria extremamente difícil, afinal estamos falando de Samus. Perca uma partida, e game over, ela explode sua cabeça com um míssil. Com certeza um jogo assim seria um ótimo fan service que a Nintendo faria aos jogadores de Metroid.

Chances desse jogo existir algum dia: Nulas. Se a Nintendo lançasse um jogo desses, perderia sua imagem de companhia que cria jogos para a família. Além disso, seria banalizar um personagem fantástico como Samus. Bem, não custa nada sonhar…

Não me mate por favor! Esse post é só uma brincadeira!

Não me mate por favor! Esse post é só uma brincadeira!